O objetivo principal de um laboratório de controle de qualidade é monitorar as características físico-químicas e microbiológicas de um produto com o intuito de evitar possíveis desvios e corrigi-los a tempo. Os ensaios são realizados desde a entrada da matéria-prima até o produto acabado, monitorando cada etapa do processo garantindo segurança, eficácia e qualidade do produto. 

A viscosidade é uma das características mais complexas de se monitorar. A consistência do produto deve ser compatível com a aplicação além de ser fator estético determinante quando se trata de alimentos, cosméticos e fármacos dermatológicos. 
A manutenção da faixa de viscosidade em cada etapa do processo diminui a necessidade de interrupção ou reprovação de lotes evitando custos desnecessários. 

Nos departamentos de desenvolvimento analítico a viscosidade é trabalhada principalmente na apresentação do produto. Um dermocosmético por exemplo, dependendo da sua aplicação necessita de viscosidades diferentes. Um creme de rápida absorção para melhorar a suavidade ou elasticidade da pele deve ter uma viscosidade baixa quando comparado a uma pomada cicatrizante para queimaduras que necessita criar uma camada protetora. 

Uma viscosidade que não acompanha a aplicação pode atrapalhar na eficácia e aceitação do produto pelo mercado. A diferença de viscosidade entre lotes é um fator preocupante pois gera perca de credibilidade no produto e reclamações de SAC afetando negativamente nas vendas.

Existem diversas formas de monitorar a viscosidade, sendo a utilização de viscosímetros os métodos mais precisos. Os viscosímetros capilares fazem a medição da viscosidade através do cálculo do tempo que uma esfera atravessa um capilar de vidro. Para aplicações que exigem mais precisão os indicados são os viscosímetros rotacionais, que medem o torque necessário para que uma palheta dê uma volta completa em torno do seu eixo na amostra. A opção mais simples e mais acessível é o viscosímetro de orifício, que mede o tempo necessário para que uma amostra de volume conhecido necessita para escoar por um orifício.  

Os viscosímetros rotacionais existem no mercado a décadas e as novidades estão cada vez mais sofisticadas fazendo a medição de 1 centiPoise (Cp) a milhões de Cps. Um bom viscosímetro é capaz de monitorar, salvar e transferir os dados para o computador, é conveniente que ele expresse a leitura através de gráfico facilitando a compreensão do momento de estabilização. Conectores rápidos facilitam a troca dos spindles e a capacidade de configurar rampas simplifica tarefas repetitivas. A LAS do Brasil oferece diversas opções com  marcas ofertando até 10 anos de garantia. Entre em contato conosco e confira a solução ideal para sua empresa.